INFINITAS POSSIBILIDADES !!

Querid@s,


Neste espaço compartilho as experiencias e impressões do dia a dia, seja dos relacionamentos, da vida, dos sentimentos e das pessoas. Lembranças e esperanças, concretos e abstrações, angustias e alegrias e principalmente a entrega no mundo das possibilidades que permite que celebremos encontros, desencontros, sabores, dissabores, afetos e desafetos, muitas vezes catarseando e outras transloucando.

Nossas possibilidades são infinitas como o amor, profundas como a vida e encantadoras como nós. Nossos pensamentos e reflexões vivem no limiar das experiencias e sucubem no desconhecido, portanto, permitir que vocês percebam as cabriolas do mundo interior ao se identificar com alguns textos ou opor-se a outros, ou ainda plantando uma semente para reflexão acerca de qualquer tema seria minha primeira intenção, porem, despretensiosamente, simplesmente desenharei palavras e às imagens vocês darão as cores, as formas e o destino de cada viagem à subjetividade, cada um criará.

Serão bem vindas as criticas, sugestões e partilhas.

Sera um prazer navegar com vocês!

Sejam bem vind@s! Namastê!


segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Contentar


Rebuliço que se faz não se sabe bem como
Inquietação de permissões omissas
Onde outrora desfilava os sonhos
Escorrendo como lavas de um vulcão

Emoções fumaçantes sussurradas
Como sopro entre  os dentes
De  um sorriso comedido no exercício do bom viver
Milimetricamente inspecionado pelo tempo

Contentar com o muito que era pouco
E este que agora é nada
Que persistiu no todo e invadiu meu mundo

Contentar a uma vida Albatroziana
Aguardando as ondas do leste
Os ventos do sul

Contentar, dar-se ao outro para serem um
Que no encontro de dois se tornam seis
Onde a genealogia tenta encontrar-se
Com a missão de entender para gentificar


Contentar a si mesmo sem descontentar o outro
Seria o caminho mais próximo para erupção humana
Por mais que se tente
Gente é gente, não é outra coisa não...

Quiçá fosse uma arvore, uma borboleta,
Um peixe, um aroma, um fruto, uma flor,
Um ouriço, um fóton, uma semente,
Gente é o Gráviton
Carinho sem pensamentos
Instinto sem sentimentos
E com tudo isso que esta na gente
Isso é que é gente
Tentar contentar mesmo sem estar contente
Contentar quem esta ausente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens

Ocorreu um erro neste gadget