INFINITAS POSSIBILIDADES !!

Querid@s,


Neste espaço compartilho as experiencias e impressões do dia a dia, seja dos relacionamentos, da vida, dos sentimentos e das pessoas. Lembranças e esperanças, concretos e abstrações, angustias e alegrias e principalmente a entrega no mundo das possibilidades que permite que celebremos encontros, desencontros, sabores, dissabores, afetos e desafetos, muitas vezes catarseando e outras transloucando.

Nossas possibilidades são infinitas como o amor, profundas como a vida e encantadoras como nós. Nossos pensamentos e reflexões vivem no limiar das experiencias e sucubem no desconhecido, portanto, permitir que vocês percebam as cabriolas do mundo interior ao se identificar com alguns textos ou opor-se a outros, ou ainda plantando uma semente para reflexão acerca de qualquer tema seria minha primeira intenção, porem, despretensiosamente, simplesmente desenharei palavras e às imagens vocês darão as cores, as formas e o destino de cada viagem à subjetividade, cada um criará.

Serão bem vindas as criticas, sugestões e partilhas.

Sera um prazer navegar com vocês!

Sejam bem vind@s! Namastê!


sábado, 21 de abril de 2012

Mais que pássaro: Homem


Indo para o futuro
sem cristais quebrados
Sem entraves
Com o desejo de voar

Gaivotas
Revezando a dianteira
Solidárias e pacíficas
Com direito de viver no céu
Materialmente
Mas perto de Deus
Espiritualmente
Proximo dos homens

Querendo voar alto,
Sonhar alto, sem medo de cair
Porque as asas da tenra idade
Sempre o sustentará

Nos voos rasantes
Sentiria a aventura
Jorrando adrenalina
De ir sempre adiante
Em meio as tempestades
Da vida,
Sem se deixar macular
Sem se deixar poluir,
Sem se perder
Nos corações alheios

Oh Pai das lamentações
Das alegrias
E dos tormentos
Dos amores
Tornai
Um homem passaro livre
de homens insanos
Envoltos por uma falsa alegoria
Livre...
Das condições impostas
pela vida ao homem
pelo homem a vida

Conhecer um mundo
De asas
Emparelhadas
Ouvindo a melodia do universo
Trazido pelos ventos

E ver os mares...
E ver a mata
E sentir os mares
Parte do nosso corpo
E sentir a mata
Parte das nossas asas
E ver os homens
E ver as flores
E ver o amor
E sentir os homens
Parte do nosso pensamento
E sentir as  flores
Parte da nosso alma
E sentir  amor
Todo no corpo

Mas nem mesmo os pássaros são livres !!!
Não transcendem os céus
Mas eu sim...
Em orbitas neurais
Durmo nas nuves
Deitar na velha cama da vila
E adormecer ao lado de um grande amor

Oh Pai das lamentações
Das alegrias
E dos tormentos
Dos amores
Tornai-me livre
Um passaro alado
Dormindo nas nuvens
Ao encontro do passado no futuro
Pousando nos galhos da arvores da felicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens

Ocorreu um erro neste gadget