INFINITAS POSSIBILIDADES !!

Querid@s,


Neste espaço compartilho as experiencias e impressões do dia a dia, seja dos relacionamentos, da vida, dos sentimentos e das pessoas. Lembranças e esperanças, concretos e abstrações, angustias e alegrias e principalmente a entrega no mundo das possibilidades que permite que celebremos encontros, desencontros, sabores, dissabores, afetos e desafetos, muitas vezes catarseando e outras transloucando.

Nossas possibilidades são infinitas como o amor, profundas como a vida e encantadoras como nós. Nossos pensamentos e reflexões vivem no limiar das experiencias e sucubem no desconhecido, portanto, permitir que vocês percebam as cabriolas do mundo interior ao se identificar com alguns textos ou opor-se a outros, ou ainda plantando uma semente para reflexão acerca de qualquer tema seria minha primeira intenção, porem, despretensiosamente, simplesmente desenharei palavras e às imagens vocês darão as cores, as formas e o destino de cada viagem à subjetividade, cada um criará.

Serão bem vindas as criticas, sugestões e partilhas.

Sera um prazer navegar com vocês!

Sejam bem vind@s! Namastê!


sábado, 11 de fevereiro de 2012

Prisioneiro

Prisioneiro




No frio desta cidade de céu cinzento

Estrelas somem

O sol dura ate 20 horas

A lua se esconde entre a poluição

Transeuntes correm do céu que desaba

A garoa já não existe mais

Amores não há

Mas ainda assim convida-nos do mirante ao horizonte

Sermos de nós o melhor em vós

Lembranças morrem

No arar dos dias

Prédios descoloridos são mar de gente



Da varanda do meu Flat

Tudo é imensidão

De solidão

Fala o coração


- Sozinhos no ninho os pássaros cantam sublimes


Falam os pensamentos


- Grunhidos na noite a fora espantam os covardes


Fala o corpo


- Compassos diários em gestos mecânicos trazem à tona lembranças espasmódicas


Fala o espirito


- Desejos dançantes entrelaçam a vida no ir e vir da florescência amorosa.


A integralidade


- O amor é a essência e tudo mais é caos

Um comentário:

  1. Existe muita profundidade no que vc escreve... Denso, íntimo... Retrata os seus momentos... só espero que o mar que não é de gente em Salvador, em que poucos gestos são mecânicos vc encontre mais vida... bju

    ResponderExcluir

Postagens

Ocorreu um erro neste gadget