INFINITAS POSSIBILIDADES !!

Querid@s,


Neste espaço compartilho as experiencias e impressões do dia a dia, seja dos relacionamentos, da vida, dos sentimentos e das pessoas. Lembranças e esperanças, concretos e abstrações, angustias e alegrias e principalmente a entrega no mundo das possibilidades que permite que celebremos encontros, desencontros, sabores, dissabores, afetos e desafetos, muitas vezes catarseando e outras transloucando.

Nossas possibilidades são infinitas como o amor, profundas como a vida e encantadoras como nós. Nossos pensamentos e reflexões vivem no limiar das experiencias e sucubem no desconhecido, portanto, permitir que vocês percebam as cabriolas do mundo interior ao se identificar com alguns textos ou opor-se a outros, ou ainda plantando uma semente para reflexão acerca de qualquer tema seria minha primeira intenção, porem, despretensiosamente, simplesmente desenharei palavras e às imagens vocês darão as cores, as formas e o destino de cada viagem à subjetividade, cada um criará.

Serão bem vindas as criticas, sugestões e partilhas.

Sera um prazer navegar com vocês!

Sejam bem vind@s! Namastê!


sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

O passado jardim

No meu jardim

Rosas sorriem na solidão

Pétalas se acariciam

No desejo do orvalho



O podão tenta

Eliminar o ermo

Que sonda o coração

Buscando o sacho

Que ao ir escavando

Volta fofando

As valas do passado



Limpa o peito com o ancinho

E embeleza o que é superficial

Mas as raízes regadas

Profundas transpassam distancia

E quebram muralhas



A vanga corta os excessos

Dos desejos que exalam

Da fotossíntese do ser



Busca então o transportador

Criar espaços para um novo germinar

De florescência apenas

No olhar

No sentir

No desejar



Pois a realidade

É um flat vazio

Sem flores

Sem vida

E o peito apertado

Pedindo a companhia de outrora

Olhando à janela

O jardim de concretos

E sonhos desfeitos

Um comentário:

Postagens

Ocorreu um erro neste gadget